A Associação dos Condutores de Visitantes do Vale do Capão (ACV-VC) tem como um dos seguimentos de suas atividades a Brigada Voluntária do Vale do Capão que, desde a sua fundação, vem realizando um trabalho intenso na questão da segurança dos visitantes, como por exemplo ações emergenciais de busca e salvamento em ambientes remotos e também na prevenção e combate dos incêndios florestais.

Os voluntários são os próprios moradores locais. A brigada não recebe nenhum recurso financeiro além das doações feitas pelos visitantes, e conta com o auxilio do governo quando se trata de equipamentos de proteção e ação.

Com longo histórico em resgates, nossa Brigada trabalha em parceria com órgãos oficiais e a população há mais de dez anos, sendo assim reconhecida nacionalmente não somente como Corpo de Resgate Voluntário, mas também como uma das melhores brigadas de combate a incêndios florestais da Chapada Diamantina e do Brasil.

Sempre que consideramos necessário, acionamos o Ministério Público Federal, Estadual e a Promotoria Estadual Ambiental da Chapada Diamantina para que intercedam nas questões dos incêndios florestais dentro e no entorno da unidade.

Hoje somos cerca de 50 brigadistas voluntário efetivos, entre brigadistas combatentes e outras funções, e com frequência recrutamos a comunidade para participar desse serviço.

Brigada Voluntária do Vale do Capão

PLANO DE MANEJO

Somos os proponentes do Projeto de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Parque Nacional Chapada Diamantina (2006) que consta no plano de manejo da unidade. O Projeto tem como base a prevenção com realização de monitoramento e ações de fiscalização, além de ações de educação ambiental das quais realizamos na comunidade frequentemente.

Leia o Plano de Manejo do Parque Nacionalda Chapada Diamantina

Acontecimentos marcantes da Brigada Voluntária

Em 2008 presenciamos a maior queimada já registrada na região do Parque Nacional da Chapada Diamantina. O incêndio florestal aconteceu em uma época de muita seca, com ventos fortes e muita matéria orgânica no solo. No total 20 municípios ao redor da Unidade de Conservação decretaram estado de emergência. Foram 15 dias de combate e a queimada atingiu de norte a sul do parque regiões como Morrão, Ibicoara, Lençois, Capão, Chapadinha entre outros. Apenas 15% do parque não foi atingido.

Em 2008 realizamos o resgate mais difícil até hoje. Uma turista espanhola escorregou acima da Cachoeira da Purificação fraturando o fêmur em dois lugares diferentes. O local é de difícil acesso e na ocasião estava muito escorregadio. O resgate teve que ser realizado com tirolesa e puxada de maca pelo leito do rio. Participaram dessa ação cerca 25 voluntários.

No final de 2015 vários focos de incêndio atingiram a Chapada Diamantina por mais de dois meses. A região do Morro Branco, Vale do Boqueirão (nascente do Riachinho), Serra da Larguinha, Cachoeira da Fumaça, Serra do Palmital, Serra da Motinha (MOITINHA), além da área intangível do parque foram gravemente afetadas. A BV-VC esteve em combate por todo esse tempo, mobilizando cerca de 40 pessoas, entre brigadistas e outros voluntários, por dia.

 A área queimada por incêndios no mês de novembro (período de 01 a 30) foi estimada em 7.909 ha, o que equivale a 5,20% da área total do Parque Nacional da Chapada Diamantina.

 A estimativa foi realizada a partir da análise de imagens dos satélites Aqua e Terra e reconhecimentos aéreos e terrestres.  

Estes satélites possuem sensores termais que identificam a temperatura de áreas que tenham tamanho mínimo de 250m x 250m, portanto incêndios de pequenas dimensões podem não ser identificados e reconhecidos por esta metodologia.” ICMBio

Nesse período houve uma grande mobilização e recebemos muitas doação de pessoas físicas e jurídicas, inclusive de comerciantes e empresários que moram no Vale.  Recebemos, além de alimentos para os brigadistas, EPI´s (lanterna, botas, gandola, abafador…) e quantias em dinheiro. Graças todas a essas doação conseguimos debelar o fogo e equipar nossos brigadistas.

Hoje podemos contar com GPS, rádios HT, localizador SPOT e uma mota bomba, além da casa da brigada onde são guardados todos os materiais.

Seção vazia. Edite a página para adicionar conteúdo aqui.